Monday, October 29, 2007

Porqê tanto barulho afinal?

Antes de mais, qual é a diferença entre Dzucuta e Pandza?

Não qeria entrar nesta conversa de DzucuPandza e não-sei-qê, q p’ra mim já devia ser caso encerrado há muito tempo. É q... afinal qual é o grande problema? No início todo o mundo tava à favor, porqe “é um estilo nosso, apesar das influências estrangeiras, contém toqes tipicamente nossos, q nos identificam, wate, wate...” Resultado: meio mundo ou mais de “artistas” e/ou aspirantes a tal, aderiu ao movimento. De repente agora o outro meio mundo de artistas e não só, critica o estilo, seus fazedores e seguidores. Porqê?
Eu até concordo q há muita mediocridade, como escreveu Magus Delírio no seu www.magusdelirio.blogspot.com, nesse estilo, mas mediocridade é um ‘blema geral da nossa “música jovem”, como eu já me referi numa postagem anterior (embora talvez noutros termos). E porq é q só agora reparam nisso?
Já há até conflitos entre artistas (principalmente os q abandonaram o Hip Hop e os q se mantêm fiéis). Estes conflitos (vulgos beefs ), como também já me referi numa postagem anteriormente, não passam de golpes publicitários (acho q podemos chamar-lhes assim), p’ra manter os nomes dos envolvidos na boca do povo.
Se eu bem me lembro, há uns bons anos atrás, antes de a G-Pro dar um passo em frente, Duas Caras e Cem Paus insultaram num rap, o então demissionário do Hip Hop, Fill Baby. Algum tempo depois estavam todos juntos no vídeo de --------- com Duas a rap-ar: “...tenho fantasias de amor q nem o Fill”. ‘Taza ver qual é a cena né?
A verdade é uma: Dzucuta tá a bater! E vai durar até aparecer uma nova tendência. Eu pessoalmente não tenho nenhum ‘blema com o estilo. Não tenho nenhum disco de Dzucuta/Pandza, mas quando há farra (quando foi última vez q ouviste a palavra farra?) lá em casa e o DJ detona, não hesito e entro na onda do mexe mexe, É q como diz Ta Basilly, “é uma dilícia”!
Quanto aos rap-istas q largaram o Hip Hop... ‘tamos a falar de qem, Mega Jr? Raio X? Fogo, é como disse meu mano kwilili, provavelmente esses indivíduos fazem mais pela música moçambicana no Dzukuta do q no Hip Hop... TD (tenho dito).

1 comment:

Adalberto banze said...

Ya mano, eh assim pra mim eu acho que os nossos musicos com o dzucupanza encontraram a identidade que podiam dar a nossa musica, um xtilo diferente que pudesse cativar as massas desde criancas ate os adultos, eh incrivel que uma vez eu em casa a ler uns papeis meus da FAEF, em casa havia uma visita(uns cotas) e curtirem tv na sala e derepente excutei que tavam a dar 1 novo video da lizha e os cotas nao paravam de comentar na vertente positiva, isso deu me a perceber me k ate os cotam grama disto,acho tbem que beef k ha entre os manos k fazem o rap e os dzucuteiros eh insignificante.Tbem nao tenho disco e nao tenho nada contra,o comentario eh que a musica que toca agora eh boa so que uma coisa que nao me agrada de facto eh que as radios tbem exageram, tocam quase sempre as mesmas musicas, ha dias em que apetece me ouvir outra coisa, tirando isso palmas pa musica mocambicana e mui paz.