Friday, July 06, 2007

Junho: Lutas & Heróis


Mês de Junho. Mês de datas históricas importantes: 1 de Junho, 16 de Junho e a mais importante 25 de Junho. É tempo de reflexão. Somos um país independente há 32 anos. Na verdade somos um país há 32 anos. Sim porque esse territoório q vai do Rovuma a Ponta d’ouro e do Zumbo ao Índico, era todo ele uma província apenas. A luta contra o colonialismo começou muito antes da FRELIMO. Essa luta é dada na história como luta de resistência e nomes como Ngunguhane no Sul e o Rei Khupula na região norte são representativos de algumas dessas formas de resistência. Mas essas acções de resistência eram restritas e isoladas. Era preciso integrar, conjugar e unir esforços e produzir uma poderosa força p’ra recuperar o q nos foi expropriado: a nossa terra e principalmente a nossa essência. E quando se fala em união, um nome vem obrigatoriamente à tona: Eduardo Mondlane. Fundou a Frente de Libertação de Moçambiqe. Foi assassinado em 1969. Mas a sua morte não foi em vão, pois o povo moçambicano com a liderança da FRELIMO desencadeou uma desenfreada luta contra os colonialistas, luta essa q culminou com a proclamação da independência na voz do incontornável e carismático líder Samora Machel, primeiro presidente de Moçambiqe independente. Novos desafios e lutas se faziam pela frente. De lá p’ra cá muito aconteceu. Passamos por uma guerra civil até, a chamada guerra de desestabilização q opunha a FRELIMO e a RENAMO (Resistência Nacional de Moçambique). Morreram maning moçambicanos, muito foi destruido. O país parou. Mas a pomba branca sobrevoou sobre nós e trouxe a paz em 1992. Um novo começo na história de Moçambique (do zero?), com o monopartidarismo deitado abaixo. Passam 32 desde q acabou a luta pela independência politíca e 15 anos desde q decidimos parar de lutar entre nós. Mas lutas e desafios esses não terminam. Ainda temos q lutar pela independência económica e pela erradicação da pobreza absoluta, temos q lutar contra o HIV/SIDA. Temos q combater a corrupção. Temos q combater a criminilalidade e o crime organizado. Temos q lutar por um presente melhor, um presente sem desemprego, sem injustiças, com direitos iguais e oportunidades para todos. Ya, é tempo de reflexão. Qem somos? O q qeremos? Pra onde vamos? É tempo de homenagem. Homenagem à todos os heróis moçambicanos, mesmos os q nao foram enterrados na praça. Heróis mortos e vivos. Homenagem à todos aqeles q deram e dão sua vida por um Moçambiqe melhor... A Luta Continua!!!

*Ainda ‘tó a tentar perceber porqe é q escrevi isto...

2 comments:

Kalamidade said...

Ainda ‘tó a tentar perceber porqe é q escrevi isto...
________

Nao sera por seres da Frelimo?Ha? Mas ate k foi texto bm elaborado...

Anonymous said...

Obrigado por intiresnuyu iformatsiyu